crossorigin="anonymous">
 
Banner vacinação agosto 22.gif
  • Info Serrinha

Apresentadora critica redução do ICMS nos estados: "Bahia deixa de arrecadar impostos importantes"

"Agora tira R$ 0,50 e a gente acha que está bom. Não está bom", disse Jéssica Senra.


Após uma série de altas nos preços dos combustíveis, o presidente Jair Bolsonaro decidiu, faltando menos de três meses para a eleição, autorizar uma medida na qual reduz o valor do ICMS nos estados, onde o percentual máximo a ser cobrado é de 18%.


A medida fez o valor do combustível reduzir cerca de R$ 0,60, o que não é suficiente para celebrar, uma vez que o preço do litro da gasolina continua elevado, mas agora com os Estados perdendo arrecadação, o que pode prejudicar em investimentos em educação, saúde e infraestrutura, lembrou a jornalista e apresentadora da TV Bahia Jéssica Senra.


"Tá quase R$ 7 o preço da gasolina então não é motivo para comemorar, e sinceramente essa redução do ICMS é a'gentileza com o chapéu dos outros'. A gente deixa, aqui na Bahia, de arrecadar impostos que são importantes para investimentos no próprio estado por conta de uma política desastrosa do Governo Federal que já vem desde o governo Temer que é a equiparação do nosso preço do combustível brasileiro com o mercado internacional, a gasolina fica disparando de preço e aí é aquela coisa 'bota o bode dentro da casa para ele incomodar, tira o bode para a gente ficar feliz' que é o caso da gasolina que chegou a quase R$ 8 e agora tira R$ 0,50 e a gente acha que está bom. Não está bom. R$ 7 o preço do litro da gasolina é inacreditável e o diesel também nas alturas".


O PIS/Cofins e Cide, que são impostos federais foram zerados, porém a medida vale até 31 de dezembro de 2022, retornando a cobrança a partir de 01/01/2023.

Anuncie Aqui 2.png