crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Thiego Souza

Ato contra o Governo Federal é realizado em Serrinha

Além das manifestações contra o Governo Federal, presentes fizeram doações de alimentos que serão destinadas às famílias mais carentes.



Cerca de 200 pessoas se reuniram na praça Centenário, em Serrinha, para participar do ato nacional convocado por Partidos políticos de oposição, frentes sindicais e movimentos sociais no qual se manifestam contra o governo Bolsonaro.


Em Serrinha estiveram presentes no ato, além do deputado Estadual Osni Cardoso e do presidente do PT Serrinha, Sandro Magalhães, vereadores, representantes sindicais, lideranças de comunidades rurais, e militantes.


O deputado Estadual Osni Cardoso afirmou que já existem movimentos de diversos setores e que o Brasil precisa de uma resposta urgente. "Alguns movimentos estão se movimentando, estão na rua, mas toda população está dando seu recado, mostrando que está errado, que o país não pode continuar do jeito que está. Vamos torcer para que outros Poderes tenham essa percepção, muitos setores já se manifestaram porque é urgente uma decisão e o país está pagando caro, e o povo mais pobre é quem está pagando essa conta", disse ao Info Serrinha.


Um dos organizadores do ato em Serrinha, o presidente do PT municipal, Sandro Magalhães, afirmou que além do ato, uma ação solidária foi realizada, o que mostra o quanto muitas pessoas ainda estão dispostas a ajudar aqueles que mais passam por necessidades. "Cada indignação é importante, e quando você se indigna você está prestando seu dever de cidadania. Esse ato hoje reuniu pessoas que doaram alimentos porque fizemos um evento solidário, e além disso estamos fazendo um ato de cidadania que é demonstrando nossa insatisfação com o Governo Federal".


O vereador e líder da oposição na Câmara de Vereadores, Ito Cardoso, se diz envergonhado com tudo que o país vem vivendo, e afirma que há uma indignação geral. "A gente se envergonha muito de hoje não termos um representante, de termos uma pessoa na presidência que não se esforça em nada para melhorar a qualidade de vida das pessoas, e a prova disso é que o Brasil voltou para o mapa da fome, o desemprego atinge números históricos, chegamos a 600 mil mortos pela Covid, a gente vê uma nação desprestigiada. É uma indignação de modo geral".


No Brasil, os atos foram registrados em centenas de cidades, incluindo as capitais. Foram registradas manifestações em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Belo Horizonte e Maceió.

Anuncie Aqui 2.png