crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Bate-boca entre vereadores marca sessão realizada na última quinta em Serrinha

Vereador Jota Filho chamou líder da situação de "palhaço" durante sessão na Câmara.



O clima esquentou na sessão realizada na Câmara de Vereadores na última quinta-feira, 06. O vereador Jota Filho (SD) e o vereador e líder da situação Reginaldo Damasceno (PP) bateram boca por conta de um pedido de retratação feito em público.


Durante o segundo expediente, o vereador Reginaldo Damasceno, conhecido como Reginho de Vila de Fátima, subiu à tribuna para tratar sobre assuntos do seu interesse, e usou o espaço para pedir uma retração ao vereador Jota Filho, que usou as redes sociais, segundo o líder da situação, para afirmar que o projeto relacionado aos empréstimos consignados foi vetado por todos os outros vereadores.


"Os vereadores dessa Casa nunca foram contra o funcionalismo público, de maneira nenhuma, nem contra nenhum projeto que entrou nessa Casa, mas tem projetos que tem temas que são difíceis e que precisam ser discutidos, então vou pedir ao vereador Jota que o seu Marketing vá lá e se retrate em nome dos demais 16 vereadores porque publicaram que somos contra o seu projeto. Não somos contra projeto nenhum, a gente se respeita nessa Casa. Fale com seu Marketing e se retrate".


Nesse momento, Jota Filho interrompeu o líder da situação. "Todas as nossas indicações a gente pega do Diário Oficial e faz a fala, então ele não tem erro nenhum".


Insatisfeito por ter a fala interrompida, Reginho de Vila de Fátima pediu respeito em nome de todos os vereadores. "Nessa Casa existe um código de ética, se o senhor não sabe, aqui tem. O senhor vai se retratar da mesma maneira que o senhor expôr os nomes dos 16 vereadores. O senhor deve respeito a essa Casa".


Ao ser questionado pelo vereador Reginho, Jota Filho chamou o líder da situação de "palhaço", sendo pedido que o termo utilizado constasse na Ata da sessão. "Conste em ata isso ai por favor porque quero apuração disso, Corregedor. Palhaço?, o senhor me respeite".


O vereador Jota Filho afirmou que pediu desculpas por ter citado os vereadores em publicação. "Só pedi desculpa porque assim, conversei lá dentro e disse que ia me retratar, como me retratei, pedi desculpas lá dentro e acho desnecessário essa fala dele aqui querendo me incriminar".


Após a discussão, o presidente da Câmara, Alex da Saúde, pediu que haja o entendimento de todos pois a palavra do vereador na tribuna é inviolável, pedindo para que na próxima sessão o vereador Jota Filho faça uso do espaço para se manifestar.

Anuncie Aqui 2.png