crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Thiego Souza

Embasa se posiciona quanto às críticas feitas por vereadores de Serrinha

Empresa respondeu aos questionamentos feitos pelo Info Serrinha.



Após a série de críticas que recebeu durante sessão na Câmara de Vereadores em Serrinha, quando foi apontada como responsável pelos problemas de abastecimento e pelos buracos na cidade, a Embasa respondeu aos questionamentos feitos pelo Info Serrinha quanto aos posicionamentos feitos pelos vereadores.


Confira:


Em atenção ao questionamento do site, informamos que a Embasa está realizando em Serrinha a obra de ampliação e setorização da rede de distribuição de água. A obra envolve a implantação de 26 km de linhas troncos e redes distribuidoras, duas estações de bombeamento e três novos reservatórios (com capacidade de armazenar 800 mil litros de água), além da instalação de diversos equipamentos para medição e controle de vazão e pressão. Com investimentos de R$ 5,7 milhões os serviços seguem até o primeiro trimestre de 2022, com o principal objetivo de equalizar as vazões, melhorar a distribuição da água e evitar as intermitências no fornecimento. Intervenções desse tipo envolvem escavações e abertura de valas, que provocam transtornos temporários aos moradores das localidades contempladas, pelos quais pedimos desculpas e compreensão. Todos os danos causados na pavimentação estão sendo restaurados conforme a obra vai avançando.


Com investimento estimado em R$ 1,2 milhão, a Embasa já finalizou e está testando um novo poço artesiano (P34) que vai reforçar a oferta de água tratada na região, somando-se aos outros 16 poços já em operação. Posteriormente, a Embasa prevê a perfuração de mais um poço, o P35, com investimentos de 1,5 milhão e incremento de mais 40 litros de água por segundo.


Adicionalmente, informamos que no período mais quente do ano quando acontece uma elevação do consumo de até 30%, as redes de distribuição sofrem variações de pressão e intermitência. Esse quadro ocasiona dificuldades de abastecimento em pontos mais críticos, como a zona rural. Por isso, reforçamos que a população observe com atenção os hábitos de consumo racional, especialmente nesse período do ano, e disponham de reservatórios compatíveis com sua demanda de consumo.

Anuncie Aqui 2.png