crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Thiego Souza

"Estamos famosos a nível nacional", ironiza Mariana Cunha sobre ação da PF e CGU em Serrinha

Serrinha foi pauta na semana passada em todo Brasil por conta de investigações feitas pela PF e CGU sobre indícios de desvios de recursos destinados ao combate ao Covid-19.


A ex-vereadora e atual presidente do PSD Mulher Serrinha, Mariana Cunha, foi entrevistada pelo repórter Amando Santos, da TV Eventos, e tratou sobre diversos assuntos voltados à política local, entre eles a polêmica envolvendo a "visita" da Polícia Federal na semana passada, quando cumpriu sete mandados de busca e apreensão contra pessoas suspeitas de envolvimentos em desvios de recursos voltados para o combate ao Covid-19.


De maneira irônica a ex-vereadora lamentou o fato de Serrinha ter ganhado destaque na semana passada. "Foi veículado por muitos blogs, jornais, tv´s a nível nacional e local, foi dito pelo Presidente da República, ele postou em suas redes sociais a operação da Polícia Federal feita em Serrinha. Olha só como estamos famosos a nível nacional como uma cidade de corrupção. Isso é grave. Não sei porque tanta gente coloca panos quentes em cima disso como se fosse uma coisa simples que todo dia acontece".


Segundo a vereadora, não foi a toa que a Polícia Federal se deslocou até Serrinha para investigar os casos das supostas investigações. "Não é por qualquer coisinha que a Polícia Federal vem em Serrinha, vai na casa de pessoas, pega documentos, eletrônicos."


A ex-vereadora evitou apontar culpados, mas reforça que as presenças da PF e a CGU são fortes indícios que há irregularidades. "Não posso estar aqui, ser leviana e dizer para você e apontar culpados. Até que se prove contrário todos são inocentes, mas posso te dizer que a Polícia Federal e a CGU não brincam. Se eles vieram em Serrinha e fizeram buscas e apreensão de material, de documentos, é porque existe um indício de criminalidade."


Na terça, dia 29, a Polícia Federal esteve em Serrinha para cumprir sete mandados de busca e apreensão em virtude de suspeitas de desvios de recursos destinados ao combate ao Covid-19 (relembre aqui).

Anuncie Aqui 2.png