crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

"Jantar de derrotados", avalia João Dória sobre encontro de lideranças do PSDB

Ala do Partido avalia a possibilidade de desistência da candidatura de Dória à Presidência.


Sem conseguir avançar nas pesquisas de intenções de votos, o PSDB já estuda a possibilidade de tentar convencer o ex-governador João Dória a desistir da disputa presidencial. Com apenas 4%, o grupo passa longe de ser considerada a terceira via e tentar incomodar Lula, que lidera todas as pesquisas, e Bolsonaro, que também não consegue crescer.


Na última terça-feira, 08, se reuniram para uma reunião o ex-ministro Pimenta da Veiga, que é um dos fundadores do PSDB, o governador do Rio Grande do Sul e candidato derrotado nas prévias do Partido, Eduardo Leite, os senadores José Anibal (SP) e Tasso Jereissati (CE), além do deputado federal e candidato derrotado nas eleições de 2014, Aécio Neves.


Apesar da pressão, o pré-candidato João Dória minimiza o jantar e afirma que o Partido é maior do que todos que participaram do encontro. "Foi um jantar de derrotados, com todo respeito. Todos eles foram derrotados nas prévias. Não me parece que cinco pessoas sentadas num jantar possam representar o PSDB. O PSDB é maior do que cinco pessoas, que ali representavam derrotados", disse em entrevista à Rádio Eldorado.


Mesmo com o encontro, o presidente do Partido, Bruno Araújo, reafirmou o nome de Dória na disputa. "Seguimos firmes na nossa candidatura presidencial e dialogando com outros partidos na possibilidade de uma convergência densa e capaz de nos levar ao segundo turno", disse.

Anuncie Aqui 2.png