crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Jerônimo Rodrigues critica ACM Neto por evitar "padrinho" e sugere alinhamento de Neto com Bolsonaro

Pré-candidato do PT esteve em Feira de Santana reunido com lideranças e movimentos.


Em entrevista concedida nesta terça-feira, 17, em Feira de Santana, o pré-candidato ao Governo do Estado da Bahia pelo PT, Jerônimo Rodrigues, voltou a criticar o fato de ACM Neto optar por não entrar na disputa associado a um "padrinho" político.


De acordo com Jerônimo, ACM Neto pode estar escondendo o jogo por seguir alinhado com o presidente Jair Bolsonaro, candidato que teve seu apoio na eleição de 2018. "O ex-prefeito [de Salvador] não tem coragem de assumir o seu candidato [a presidente da República]. Está com medo ou tem interesses, mas não podemos fazer política de cima do muro. A sociedade sempre exigiu saber quem está com quem. O ex-ministro [João Roma] teve a coragem de assumir que é do presidente. Em 2018, o ex-prefeito assumiu que era bolsonarista. Dá para esconder agora? Quem é que indica os cargos do Governo Federal na Bahia".


Segundo Jerônimo, o PT não vai entrar na disputa para agredir outros candidatos, e irá apresentar projetos. "O ex-presidente Lula foi tratado duas vezes de forma desrespeitosa, ameaçado com uma surra e, agora, já na pré-campanha, chamado de ‘muleta’. A política não é um espaço para agredir as pessoas. Nós não vamos entrar nessa. Vamos disputar é projeto, porque quem não respeita o adversário não vai respeitar a população hora nenhuma".

Anuncie Aqui 2.png