crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Justiça nega pedido de prisão contra jornalista que incentiva vacinação

Autor da ação afirmou, sem provas, que o jornalista cometeu uma série de crimes.


O jornalista Willian Bonner, âncora do Jornal Nacional, da TV Globo, se tornou alvo de um pedido de prisão feito pelo advogado Wilson Issao Koressawa, que alegou que o profissional cometendo crimes de indução ao suicídio, e de causar epidemia, mas a ação foi negada pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal.


Além de acusar o jornalista sem provas, o autor da ação pedia que Bonner fosse proibido de "incentivar a vacinação obrigatória de crianças e adolescentes".


A juiza do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Gláucia Falsarella Pereira Foley classificou a ação como descabida. "Vivemos tempos obscuros traçados por uma confulência de fatores. É preciso coragem, maturidade e consistência política e constitucional para a apuração das devidas responsabilidades pelas escolhas que foram feitas", disse a juiza na decisão.


Anuncie Aqui 2.png