crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Lamentável: Bolsonaro requenta fake news sobre associação da vacina com vírus HIV

Presidente da República tem propagado informações que não condizem com a realidade.


Em live realizada o presidente Jair Bolsonaro voltou a fazer divulgações inverídicas sobre a vacina contra a Covid-19. Dessa vez o chefe do executivo leu uma divulgação antiga e já desmentida que afirmava que as pessoas que se vacinaram com as duas doses estavam sendo contaminadas com o vírus HIV.


O suposto relatório que está circulando nas redes sociais e que teria partido do governo do Reino Unido diz que as pessoas totalmente imunizadas contra a Covid-19 têm desenvolvido a Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids), mas esse conteúdo propagado por Bolsonaro é inverídico.


O documento foi publicado pelo site Beforeitsnews, que é uma agência de notícias baseada em fake news. Em outras postagens, o site trabalha contra a imunização por vacina.


Em entrevista ao portal G1, a mestre em imunologia pela USP, Letícia Sarturi, afirmou que o efeito da vacinação é totalmente o oposto do que vem sendo propagado pelo presidente. "A vacina estimula o seu sistema imune à produção de resposta imune. Ela não vai gerar nenhum tipo de imunodeficiência".


A mesma tese é reforçada por Mateus Falco, biomédico e mestre em microbiologia pela Universidade Estadual de Londrina, confirmando que a associação da vacina com o vírus HIV não condiz com a realidade. "Isso não é verdade. A função da vacina é estimular o sistema imunológico para agir contra o vírus Sars-CoV-2, e não interromper a ação do sistema imunológico".

Anuncie Aqui 2.png