crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Presidente do STF se manifesta após ataques de Bolsonaro: "não propaga democracia"

Luiz Fux foi duro e afirmou que ninguém irá fechar o Supremo Tribunal Federal.



Após as diversas manifestações antidemocráticas e ataques à Ministros e à votação eletrônica proferidas por Jair Bolsonaro, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, se pronunciou nesta quarta, 08, e em tom firme afirmou que o STF não será fechado e o descumprimento de decisões judiciais se enquadram em crime de responsabilidade.


O presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores vem cobrando que os Ministros do STF sejam destituídos, o que é inconstitucional. Segundo Luiz Fux, o STF seguirá firme e com seus princípios. "Este Supremo Tribunal Federal jamais aceitará ameaças à sua independência nem intimidações ao exercício regular de suas funções. Ninguém fechará esta Corte. Nós a manteremos de pé, com suor e perseverança".


Durante discursos na última terça, 7, o presidente Jair Bolsonaro afirmou aos apoiadores que não irá acatar nenhuma decisão que seja proferida pelo ministro Alexandre de Moraes. A fala se enquadra como crime de responsabilidade segundo Luiz Fux. "Se o desprezo às decisões judiciais ocorre por iniciativa do chefe de qualquer dos poderes, essa atitude, além de representar atentado à democracia, configura crime de responsabilidade, a ser analisado pelo Congresso Nacional".


Segundo Fux, Bolsonaro tem agido para criar instabilidade e atrito entre os poderes. "Todos sabemos que quem promove o discurso do 'nós contra eles' não propaga democracia, mas a política do caos".

Anuncie Aqui 2.png