crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Thiego Souza

SAMU Regional Serrinha registra mais de 6 mil trotes em um ano

Números foram apresentados em evento realizado no último sábado, em Serrinha.


O dia 30 de outubro, na celebração do primeiro ano de funcionamento da Central de Regulação das Urgências do SAMU 192, foi apresentado pela Coordenação Geral do SAMU Regional de Serrinha os indicadores de atendimento dos últimos doze meses, e o número de trotes foi um dado que chamou muito atenção dos presentes: 6.697.


Em entrevista ao Info Serrinha, o Coordenador Geral do SAMU 192, Sr. Adriano Magalhães Silva, pediu a colaboração e conscientização de todos aqueles que cometem esse tipo de crime. “O trote prejudica a todos e essa brincadeira pode custar vidas. Tal prática precisa ser banida e os adultos devem, principalmente, sensibilizar crianças e adolescentes que o SAMU é um serviço especializado destinado aos atendimentos as urgências emergência”.

“Não passe trote! Trote não é legal”

A falsa comunicação ou contravenção, conhecida popularmente como trote, é crime e, quando identificado, o autor é enquadrado no artigo nº 340 do Código Penal. A pena é detenção de um a seis meses ou multa.


O SAMU 192, através da Coordenação do Núcleo de Permanente, está retornando com a execução do Projeto Sócio Educativo que é o SAMU nas Escolas. O objetivo é conscientizar os estudantes sobre o papel do SAMU 192 na sociedade e a importância dos Primeiros Socorros, enfatizando o treinamento prático e ações de sensibilização contra o trote, respeito à vida e prevenção de acidentes.


"Infelizmente o cenário pandêmico inviabilizou a execução das atividades educativas deste projeto na rede escolar, contudo estamos com a proposta de retorno ainda no mês de novembro".


Para celebrar a data foram realizadas diversas atividades acompanhadas pela Coordenação de Urgência do Estado da Bahia, Coordenação da Atenção Hospitalar do Estado da Bahia e pela Diretoria do Departamento de Atenção Hospitalar e Domiciliar e de Urgência – DAHU do Ministério da saúde.


Anuncie Aqui 2.png