crossorigin="anonymous">
 
Anuncie Aqui 2.png
  • Info Serrinha

Wagner Moura condena Governo e ANCINE por dificultarem lançamento do filme Marighella

Filme foi lançado sob ataques oriundos de militantes e participantes do Governo Federal.




O diretor do filme Marighella, Wágner Moura, concedeu entrevista ao programa Roda Viva, na TV Cultura, e comentou sobre as polêmicas entorno da produção nacional, que se tornou alvo de críticas do governo Bolsonaro e seus militantes. Durante o bate-papo, o ator falou sobre as questões envolvendo o início da exibição do longa.


De acordo com Wagner Moura, o governo vem trabalhando para prejudicar o filme. "A gente não pode admitir um governo federal trabalhando para que um filme não aconteça. Até hoje tem gente do governo falando mal, mobilizando sua militância digital para dar nota baixa no IMDb. É uma luta bruta, e isso diz mais sobre o estado das coisas do que sobre o filme. Você não precisa gostar, mas você não pode trabalhar para que o debate cultural seja interditado".



Para Wagner, a ANCINE também dificultou o lançamento do filme no Brasil. "A questão com a Ancine foi uma situação absolutamente clara de censura".


Para o ator e diretor, o filme Marighella representa uma luta contra um momento que ele repudia. "Fazer um filme sbore Marighella no Brasil faz parte de um movimento contra o fascismo do qual me orgulho de participar".

Anuncie Aqui 2.png